História, missão e caracterização da entidade.

A Associação Paranaense de Psicodrama é uma organização não-governamental, juridicamente constituída como associação civil de direito privado, por tempo indeterminado, sem fins econômicos, de caráter filantrópico, assistencial, cultural, promocional, recreativo e educacional. Sem cunho político-partidário, com a finalidade de atender a todos os que a ela se associem independente de classe social, nacionalidade, sexo, raça, cor e crença religiosa. ( Do Estatuto da ASSOCIAÇÃO ).
A Associação Paranaense de Psicodrama, fundada em 1974 como “Centro Paranaense de Psicodrama”, em 1980 denominada “Sociedade Paranaense de Psicodrama” em 2006, denominada como “Associação Paranaense de Psicodrama”, em conformidade com o novo código civil.  Declarada como entidade de Utilidade Pública Municipal e sem fins lucrativos desde 1987 sob a lei nº 7061 de 21 de setembro de 1987 e atualizada na publicação em 30/09/07,  como entidade de Utilidade Pública Estadual  sob a lei nº 9455 de 03 de setembro de 1990 e publicada no Diário Oficial nº3403 de 04 de setembro de 1990,  e como Utilidade Pública Federal pela portaria nº 1804 de 29 de outubro de 2015.   Recebeu ainda a Certificação do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Curitiba (COMTIBA), sob Inscrição nº 370,  e a Certificação do Conselho Municipal de Assistência Social de Curitiba, sob inscrição nº 311.  Estas certificações  inseriram a ASSOCIAÇÃO  no campo das políticas públicas e de assistência social.
A partir de 2004, em convênio com as Faculdades Integradas Espírita (FIES), recebe a chancela do MEC, como Curso de Pós-graduação em Psicodrama Psicoterapêutico e Socioeducacional. Posteriormente, começa a oferecer também o Curso de pós graduação em atendimento à criança e ao adolescente na abordagem psicodramática.   Desde sua fundação, é filiada a Federação Brasileira de Psicodrama (FEBRAP), entidade normatizadora e regulamentadora dos Cursos de Formação em Psicodrama em todo o país, e da qual foi entidade fundadora.
Os alunos em Formação, na clínica-escola e ambulatório, atendem a população com baixa renda em processos psicoterápicos. Por procura espontânea, ou, encaminhada por profissionais da área da saúde, na modalidade individual e grupal – crianças, adolescentes, adultos, casal e família e em grupos temáticos de intervenções psicossociais supervisionados por Professores Didatas e Supervisores credenciados pela FEBRAP – Federação Brasileira de Psicodrama.
A Associação  oferece em sua clínica, atendimento psicoterápico individual e em grupo à comunidade. Seu serviço de triagem, realizado por estagiárias do curso de psicologia das Universidades: Federal do Paraná,  Tuiuti, Pontifícia Universidade Católica (PUC) e Faculdades Positivo.  Esta equipe, sob a supervisão da Coordenação da Prática do Psicodrama, recebe no processo de triagem a clientela iniciando ao “universo psi” promovendo uma maior conscientização em relação às suas dificuldades, promovendo um acolhimento. Nesta entrevista além da coleta de dados iniciam uma forma de intervenção breve. Esta primeira entrevista é um alicerce de todas as intervenções posteriores em saúde mental. Posteriormente o cliente será encaminhado ao processo psicoterápico. Realiza trabalhos com grupos temáticos de orientação e apoio: arte terapia, pais, terceira idade, orientação vocacional, teatro espontâneo, etc. Em convênios com instituições, realiza também trabalhos de treinamentos de papel (role-playing) e cursos de reciclagem a profissionais de diversas áreas.
Mantêm um fluxo semanal de aproximadamente 300 pessoas entre alunos e clientes e usuários com uma estrutura de profissionais e docentes que atendem diariamente, nos três períodos, a demanda da comunidade e instituições, além das atividades de finais de semana como cursos, seminários, palestras e outras.
Com a globalização novas necessidades surgiram. Houve uma aceleração de informações e consequências aos setores sociais, exigindo a modificação de estruturas existentes nas instituições, para que se pudessem acompanhar as transformações que a sociedade vem sofrendo. Inspirados pelo mestre Peter Drucker, estamos assistindo a maior mudança na história da inteligência. Conhecimento é informação efetiva em ação, focada em resultados na sociedade e economia. O conhecimento tornou-se o recurso de onde poderão surgir meios para a sua aplicabilidade em projetos sociais.
Foi em vistas à essa premissa, que incluímos no currículo dos cursos de Formação em Psicodrama os “Trabalhos de Campo”. A partir de 2005, foi firmada parceria com a FAS – Fundação de Ação Social de Curitiba -, para realização de projetos em suas unidades oficiais, nas quais seus usuários e funcionários foram beneficiados.
 A Missão da Associação  é propiciar o ensino e o debate científico a cerca do Projeto Socionômico (Psicodrama) de Jacob Levy Moreno, juntamente com a participação da comunidade e demais meios científicos, educacionais, sociais e culturais, além de atender a comunidade carente em psicoterapia individual, grupal e familiar e grupos temáticos socioeducativos e intervenções psicossociais.
 A Associação Paranaense de Psicodrama é constituída por Sócios da seguinte ordem: Fundadores, Titulares (Psicodramatistas), Honorários e colaboradores, e é regida por seu estatuto devidamente registrado e Regimento Interno que engloba todas as coordenações, serviços e atividades.
A filosofia, que rege a Associação , tem seu fundamento na filosofia e teoria psicodramática, com vistas às relações sociais, compreendendo o homem como gênio em potencial, espontâneo e criativo.
O Projeto Socionômico de Moreno propõe a terapêutica das Relações Sociais e com isto, a transformação do ser humano aberto para propostas de relacionamentos mais verdadeiras e saudáveis. Desde a sua fundação em 1974, a Associação  criou atendimentos psicoterápicos dirigido a pessoas que não possuíam renda para arcar com o valor da psicoterapia em consultório particular, acreditando que cada Ser possui uma “Centelha Divina” dentro de si, uma espécie de “Deus” em cada um, e que todo o ser humano possui os mesmos direitos à qualidade de vida.
As ações desenvolvidas na Associação  possuem foco psicoterapêutico e foco Socioeducacional. Esses atendimentos envolvem um pagamento avaliado para a possibilidade econômica de cada cliente. Alguns atendimentos são 100% gratuitos como no caso dos projetos destinados as Unidades Oficiais da FAS, e em Associações, Ongs, e escolas da rede Pública com as quais a Associação  mantém convênios.
A Associação  está localizada na  Rua Conselheiro Dantas, 534 – Rebouças – Curitiba/PR CEP: 82 220-190. Tem como recurso para realizar suas atividades uma infraestrutura e instalações físicas, com porte de 360m2, construídos em alvenaria.  Possui salas de aula amplas, salas de atendimento e de supervisão, biblioteca especializada, sala de professores e alunos, cozinha, recepção e secretaria, sala de áudio e vídeo e auditório com data show e telão para grandes eventos. Conta com todos os materiais necessários de escritório como: computadores, vídeo, data show, mesas, armários e arquivos disponíveis para a organização necessária. Sua equipe profissional é criteriosamente selecionada e seu corpo docente sofre periódicos treinamentos de atualização.